[STREAM] Espírito do Século – A Ameaça Netérica

Fala roleplayerzada!
Depois de um hiato de quase 1 ano sem nenhuma mesa deste que vos fala em nosso canal do Hitbox, hoje finalmente voltarei à ativa!\o/

Como parte da programação especial do nosso aniversário de 3 anos, inicia hoje em nosso canal a primeiríssima transmissão online nacional do cenário Espírito do Século, movido pelo sistema FATE, de publicação original da Evil Hat Productions e nacional pela Editora Retropunk.

livro-espirito-do-seculo-livro-de-regras

Assim como todos os cenários que são movidos pelo FATE, Espírito do Século se utiliza da base de regras narrativas do FATE Básico com algumas modificações para adequá-lo e personalizá-lo às características específicas do cenário. Você não precisa ter o FATE Básico para jogar. O Espírito do Século contém todas as regras e explicações que você necessita para criar uma aventura, os personagens e seguir com seu jogo.

espc3adrito-do-sc3a9culo

Em Espírito dos Século, os jogadores interpretam centuriões: seres super dotados nascidos no primeiro dia de cada século que sempre encontram a satisfação pessoal e profissional muito cedo devido às suas habilidades sobre-humanas, sejam elas físicas, mentais ou emocionais. Ao chegarem a uma certa idade e maturidade, são apresentados por seus patronos ao Clube do Século, uma organização secreta existente no mundo para equilibrar as forças do bem e do mal. A partir de então suas vidas tornam-se um mar de aventuras, perseguindo cientistas malucos ou até salvando artefatos com propriedades sobrenaturais das mãos erradas, tudo isso visando manter o equilíbrio da humanidade. Mas nem sempre as coisas acontecem como se deseja e, o que parece ser uma coisa, muitas vezes não é e as aventuras revelam as facetas mais bizarras da humanidade. Esse é o mote central deste incrível cenário criado por Robert Donoghue, Fred Hicks e Leonard Balsera que buscaram inspiração nos grandes filmes de aventuras pulp das décadas de 70 e 80 como Rocketeer, Indiana Jones, As Minas do Rei Salomão, Dr. Who, entre outros.

rocketeer_poster-210x300

As regras são simples e totalmente voltadas para a continuação da narrativa. As rolagens só acontecem em momentos críticos em que a narrativa não poderia continuar sem uma definição mais precisa. E todas as rolagens decidem narrativamente como a cena vai continuar. É um sistema extremamente indicado para grupos que gostam de criar suas aventuras coletivamente com muita interatividade entre narrador e jogadores, sem se preocupar demais com rolagens, tabelas e táticas. Quem quiser saber um pouco mais a respeito do sistema, basto nos assistir hoje que faremos um apanhado geral durante a criação de personagens.

sotc-220

Agora vamos a uma breve sinopse da aventura A Ameaça Netérica, cenário de demonstração contido no livro:
“Garrison Grayson foi um renomado arqueólogo que jogou sua carreira fora seguindo suas teorias malucas sobre Atlântida. Quando o financiamento acabou, ele se voltou para métodos duvidosos para apoiar suas expedições, usando-os para encobrir contrabando e bandidagem pelo Caribe, alcançando tanto financiamento quanto conhecimento em uma só varrida Ilícita.
Apesar de não ter achado Atlântida, ele achou algo completamente diferente: uma pedra cinza enfumaçada que parecia tão transparente como se “mal estivesse ali”. Tinha também propriedades magnéticas peculiares, repelindo outros imãs sem nem parecer naturalmente magnética.
Infelizmente sua descoberta fora deixada de lado pois foram encontradas outras pedras similares em locais como o Himalaia, os Andes e algumas outras localizações, tornando a sua descoberta um pouco mais que uma nota de rodapé em um amplo estudo de quartzos exóticos.
Atualmente, Grayson se tornou um homem de negócios estranhamente generoso, sendo uma espécie de “mecenas” das ciências.
Interessado em se tornar um membro do “Clube do Século”, ele está financiando um Simpósio Anual chamado de Prêmio Científico Ziggenheim, onde todos os jurados sempre são indicados do Clube.
Os aventureiros são os centuriões escolhidos para serem os jurados da edição deste ano… ou ao menos é isso que o círculo interno quer deixar parecer.
Dentro do círculo interno as idéias da neterita de Grayson não soam necessariamente como loucura e muitos já ouviram falar da descoberta dele, da sua desgrala e sua subsequente redenção.
Na verdade, o Clube do Século enviou vocês para ficarem de olho em Grayson caso algo muito bizarro aconteça durante o simpósio protegendo, assim, toda a comunidade científica que estará lá e evitando um escândalo maior.”

E como todo grupo não seria nada sem seus jogadores, pedi para que cada um dos convidados escrevesse um parágrafo de apresentação para que todos possam conhecer um pouco mais de cada um:

photo

André Oliveira

André Oliveira joga RPG desde os 9 anos (e não peça para ele fazer as contas) e é daqueles apaixonados por livros que lêem até lista telefônica. Suas leituras favoritas incluem Neil Gaiman, Frank Herbert, R. A. Salvatore e bulas de remédios. Fantasia é um conceito muito presente em sua vida, e Changeling: The Dreaming tem um papel muito especial nela. Em sua eterna lista de pesquisas no Google estão: Aeon Flux, Asajj Ventress, Björk, Forgotten Realms, Madoka, Ordem de Hermes, RuPaul, e xxxHolic.

George Ashlar

George “Ashlar” Martins

George, mais conhecido como Ash. Não, não é Ash Ketchum do Pokémon, é de Ashlar Templeton, um taltos das crônicas das bruxas da Anne Rice. Viciado em séries, animes, livros, RPG, filmes, bacon, açúcar, tempero e tudo o que há de bom.

Começou no mundo do RPG com drogas leves que todos usavam, Vampiro a Máscara, mas não parou por aí, seus amigos tinham que apresentar drogas mais pesadas, D&D, GURPS, Lobisomem, Cthulhu, até ser apresentado à mais alucinógena: Changeling: the Dreaming, que amou de paixão e não conseguiu largar até hoje, se alguém se dispusesse a mestrar….

Gabriel Glitter

Gabriel “Glitter” Veneziani

Gabriel “Glitter” cresceu em um vilarejo chamado anos noventa no qual ele se misturou entre os mais estranhos tipos de criaturas: os RPGistas. Começando com World of Darkness e D&D, ele foi até o lado mais obscuro de GURPS e sistemas próprios de jogo. Neste período ele aprendeu sobre como contar histórias, o que lhe renderia, mais no futuro, a base para a sua realização pessoal em narração que era narrar Changeling: The Dreaming. Após a White Wolf encerrar o universo de Changeling, Glitter preferiu ir para um retiro espiritual na internet aprendendo lá muito sobre os seus ídolos Madonna, Neil Gaiman, Tim Burton, João Ubaldo Ribeiro e Inês Brasil. Atualmente devota-se a estudar ciências da saúde e a assistir séries e desenhos animados se identificando com A Hora da Aventura, Páprika (longa metragem), Steven Universe e Ru Paul’s Drag Race.   

Barbara Niens

Bárbara Niens

Um gigante das montanhas devorador de almas humanas e colecionador de cabeças que adora cultivar plantas e abraçar animais felpudos. Uma criatura demoníaca que atormenta todos os círculos do inferno com seu peculiar odor de fofura. Uma fada de feições delicadas com o corpo coberto em purpurina e sonhos que têm asas de abutre e a persistente mania de sugar a vida de tudo e de todos ao redor. Um halfling bibliotecário com urticária maldita. Uma cozinheira com “resfriado” incessante. Um druida cardíaco com horror ao cheiro de “clorofila”. E, às vezes, eu sou um kender! S2

E é isso, galera! Sem mais delongas, aguardo vocês, centuriões, para esta noite de aventuras em busca do equilíbrio da humanidade!

Haul! Haul! Haul! o/

Author: Leandro "Siegfried" Caldarelli

Narrador Fundador e Produtor da Roleplayers. É ator e diretor, apaixonado por RPG tanto quanto pelo teatro e sempre gostou muito de narrar em eventos. É entusiasta de tech art e sommelier de cervejas. Adora HQ's, Mangás, Anime, jogos eletrônicos (principalmente antigos) e jogos de tabuleiro. Narrativista e adepto do roleplay ao extremo, suas mesas geralmente são super imersivas, fazendo os jogadores mergulharem no universo da fantasia.

Share This Post On

Submit a Comment