[REVIVAL] A Inovadora Narrativa de Resident Evil

Olá, caros leitores da Roleplayers! Como estamos no mês dos mortos-vivos, não poderíamos deixar de falar dessa série tão inspiradora e revolucionária: RESIDENT EVIL. Sim, meus amigos, essa série que, em 1996 tomou de assalto o console da SONY, Playstation e trouxe um novo patamar de horror narrativo aos jogos.

AnniversaryED

Falar de RESIDENT EVIL, não é tão fácil quanto parece. Essa franquia se estendeu dos consoles. Virou filmes, animes, mangás, hq´s, figuras de ação e inspirou diversos jogos, filmes e séries. Posto isso, nós Roleplayers estreamos hoje uma série de posts para trazer pra vocês todo o universo narrativo que essa série gerou.

Começando por um fato curioso, Resident Evil é baseado no jogo Sweet Home, o qual é baseado no filme japonês Suiito houmu (Sweet Home). Esse jogo bizarríssimo para a época, foi lançado apenas no Japão em 1989 para o Famicom (Nintendo Entertainment System).

1000x1000

 

Resident Evil herdou muito dos elementos Sweet Home, incluindo a mansão, os quebra-cabeças e até a tela de carregamento na forma de uma porta que se abre.

sweet-home-nes_214476

Mas vamos ao inicio….

Resident Evil (Biohazard) – 1996

wallpaper-Resident_Evil-15261

Lançado para Playstation e posteriormente para Sega Saturn, o primeiro Resident Evil colocava o jogador na pele de um membro do time Alpha da força tarefa S.T.A.R.S. (Special Tactics And Rescue Service), na busca do time Bravo, desaparecido na floresta das imediações de Raccoon City. O time Bravo tinha como objetivo investigar uma série de assassinatos brutais na região.
Após encontrar o helicóptero do time Bravo, o time Alpha inicia uma varredura na área, até serem encurralados por cães extremamente ferozes e rápidos, que vão eliminando pouco a pouco os membros do time.

Resident_evil_platinum_pal-1003x1024

Os poucos sobreviventes do time Alpha batem em retirada, até encontrar uma mansão aparentemente abandonada. Presos na mansão, o time inicia uma busca por saídas ou algo que pudesse ajudar a sair da difícil situação. Entretanto, as coisas só pioram…
Durante as primeiras investigações na mansão, o jogador encontra um membro do time Bravo, Kenneth J. Sullivan, morto. Mais do que isso: Ele estava sendo devorado por um tipo de zumbi.

resident_evil_1

Cabia aos sobreviventes do time Alpha (Albert Wesker, Chris Redfield, Barry Burton e Jill Valentine) descobrir de onde veio este zumbi, o que aconteceu com os demais membros do time Bravo e encontrar um meio de sair desta macabra mansão. Durante o desenrolar dos fatos, descobre-se que a mansão é local de experimentos ilegais, sob a liderança do conglomerado médico Umbrella. As pesquisas indicavam a criação de um tipo de vírus mutagênico chamado T-Virus (Vírus T)

print-re1

O jogador tinha como opção jogar com Chris Redfield ou Jill Valentine. Chris é mais forte, aguentando melhor as investidas dos inimigos, e também possui maior poder de fogo. Já Jill é mais ágil, podendo carregar mais itens, além de contar com o item Lockpick, que permite destrancar fechaduras mais simples sem a necessidade de procurar por chaves.

re1-1

Durante o game, o jogador podia contar com o apoio esporádico de Barry Burton, especialista em armas do time Alpha (ele dá apoio a Jill, fornecendo novas armas ou munições), ou com Rebecca Chambers, para-médica do time Bravo (que dá apoio a Chris, curando o personagem com ervas ou medicamentos). Wesker também dá apoio ao jogador durante o game, em determinadas situações.

Resident Evil Intro

Resident Evil 2 – 1998

o-classico-resident-evil-2-jogo-resident2

A continuação da saga teve seu lançamento inicial para Playstation, e posterior lançamento para Nintendo 64, Dreamcast, PC e Game Cube. O game narra a tomada de Raccoon City pelo T-Virus, tornando-a uma cidade de zumbis e outras aberrações. Nela, alguns sobreviventes tentam encontrar um meio de escapar do caos.

Resident_Evil_2_by_Zonnex

Entre os sobreviventes, temos os personagens controláveis Leon S. Kennedy, oficial de polícia que acaba de ser transferido para Raccoon City, e Claire Redfield, estudante que está na busca de seu irmão, Chris Redfield.

resident_evil_2___cleon_by_dnxpunk-d5e5a2p

Durante o game também conhecemos Ada Wong e Sherry Birkin. Ada é uma espiã enviada para investigar os estranhos acontecimentos que assolam as imediações de Raccoon City. Já Sherry é filha do cientista William Birkin, criador do G-Virus (Vírus G), uma variante do T-Virus. Com o desenrolar dos fatos, descobre-se que Chris está na Europa, tentando impedir as ações da Umbrella.

37466-Resident_Evil_2_[Dual_Shock]_[CD1]_<span class="d4pbbc-underline" style="text-decoration: underline;"></span>-7

A jogabilidade do game apresenta uma melhoria significativa. A quantidade de zumbis e outros inimigos surgindo ao mesmo tempo é bem maior, se comparado ao game anterior. Além disso, agora o jogador podia ter noção de como estava a saúde do personagem apenas pela sua animação. Em situações normais, o personagem caminha sem maiores dificuldades. Em situações intermediárias, o personagem caminha cobrindo o estômago (como se tivesse uma ferida na área). Por fim, quando a energia do personagem estivesse em situações críticas, o mesmo caminharia com dificuldade, mostrando seriedade nos seus ferimentos.

ss0010r_bmp_jpgcopy

As animações de morte do personagem também estavam mais brutais. No game anterior, as animações não continham uma violência tão explicita. Neste episódio, por exemplo, podemos ver o personagem ser devorado vivo por um inimigo, culminando na tela de Game Over. Também temos outra novidade no game: a inclusão de um “cenário alternativo” (cenário B), colocando o jogador em situações de dificuldade mais elevada, com pequenas mudanças de enredo e trajetória do game.

residente_evil_2_jarcors_1

Além disso, no final do game, o jogador é julgado de acordo com o seu tempo, quantidade de medicamentos utilizados e outros fatores. Dependendo do seu resultado, o game desbloqueava novas opções e modos de jogo.

Resident Evil 2 Leon e Claire Intro

Resident Evil 3: Nemesis – 1999

capa re3n

Nemesis (ou Last Escape no Japão) é o último game da série Resident Evil para o Playstation. Posteriormente ele foi lançado para PC e Dreamcast. Atualmente, há a possibilidade de se baixar o game na Playstation Network, para o PlayStation 3 e Playstation Portable. O game narra acontecimentos que antecedem os eventos de Resident Evil 2 (mais precisamente, os eventos entre Resident Evil e Resient Evil 2). Posteriormente, o game narra os eventos que selam o destino de Raccoon City (pós Resident Evil 2).

Resident Evil 3 - Nemesis (Capcom) [NTSC-U]

Aqui, voltamos a controlar Jill Valentine (do primeiro Resident Evil), na sua fuga da cidade de Raccoon (após escapar da mansão do primeiro game). Durante sua fuga, encontramos o UBCS (Umbrella Biohazard Countermeasure Service), um time da Umbrella designado a combater acidentes biológicos.

carlos_oliveira2_by_leonkennedy105-d73ftj3

No meio da fuga, Jill e o UBCS enfrentam o Nemesis, uma versão “domesticada” do Tyrant (chefe final do primeiro Resident Evil), sob comando da Umbrella. Além da força do Tyrant original, Nemesis apresenta habilidades novas para um monstro da série: Corre, sabe usar armas de fogo e persegue o personagem não importa pra onde ele vá (as famosas transições de cenário).

jill_valentine_bagon_resident_evil_3_by_rukawatomita-d6sel0y

Descobre-se que Nemesis tem como objetivo eliminar os membros restantes da S.T.A.R.S., ou seja, Jill.

RENemesis

No final do game, Raccoon city enfrenta uma tragédia: o governo dos Estados Unidos autoriza a destruição da cidade através de um ataque nuclear, com o objetivo de eliminar o perigo do T-Virus. Assim, as ações da Umbrella tornam-se públicas e a empresa começa a sua decadência.

nemesis-resident-evil

Ao contrário dos games anteriores, em Nemesis o jogador não pode escolher o personagem com que quer jogar, sendo obrigado a controlar apenas Jill (porém, em determinados momentos do jogo e sem opção, controla-se Carlos Oliveira, um dos membros do UBCS).

Umbrella

Outra mudança na série é a possibilidade de se enfrentar o chefe final Nemesis em qualquer momento, já que ele vaga aleatoriamente pela cidade. E mesmo que o jogador elimine-o, ele será obrigado e enfrenta-lo novamente no final do game. Esta possibilidade de confronto iminente dá uma sensação de terror a mais ao game.

Resident-Evil-3-Nemesis-pc-game-download-free

As novidades também não são poucas. Agora o jogador podia criar suas próprias munições, através de combinações com outros itens e armas (anteriormente, o jogador apenas melhorava a arma com itens designados exclusivamente para isso, ou reunia diferentes tipos de ervas para resultar em melhores medicamentos).

resident_evil_3_wallpaper_by_dakotaatokad-d5m4nl1

Subir e descer escadas para evitar inimigos também não era mais uma possibilidade. Se antes os inimigos pareciam não saber usar as escadas (o famoso efeito de parede invisível), agora as coisas mudam. Em contrapartida, você agora podia circular livremente pelos degraus, sem precisar apertar o botão de ação para subir ou descer a escada. O game conta com oito diferentes finais, variando de acordo com as decisões que o jogador toma em determinados momentos do game.

Resident Evil 3 Intro

Resident Evil: Code Veronica – 2000

Resident_Evil_Code_Veronica_by_MusashiChan69

Code: Veronica (ou simplesmente Veronica no Japão) é o primeiro game da franquia da Capcom que não foi lançado para o console da Sony (no caso, o Playstation). O game narra a continuação da busca de Claire pelo irmão Chris, após o término de Resident Evil 2. Para tanto, Claire viaja até Paris (em Resident Evil 2 foi informado que Chris estava na Europa), deixando Leon e Sherry (a filha do criador do G-Virus) para trás.

Resident Evil - Code Veronica (Capcom) [NTSC-U]

Claire tenta invadir uma fábrica da Umbrella, mas acaba presa em Rockfort Island, onde conhece Steve Burnside, outro detento da ilha. Paralelamente, descobrimos que Albert Wesker continua vivo e trabalhando para a Umbrella (era creditada a sua morte no primeiro Resident Evil). Sua missão é encontrar outra variante do T-Virus: O T-Veronica. Ao mesmo tempo, Wesker libera o T-Virus pela ilha.

resident_evil_code_veronica_x_hd_7

As tentativas de fuga de Claire são fracassadas, até a chegada de seu irmão. Chris teria entrado em contato com Leon, que explicou a busca de Claire ao desaparecido integrante da S.T.A.R.S. A partir de então, dá-se uma série de conflitos e reviravoltas na história do game (como Chris e Wesker lutando juntos contra um dos chefes do game, com posterior fuga de Wesker), culminando na morte de Steve (após ser contaminado com o T-Veronica), a fuga de Wesker (levando consigo o corpo contaminado de Steve) e a certeza que Wesker e Chris ainda iriam se enfrentar novamente.

Resident_Evil_CODE_Veronica_X_HD_4

Os gráficos de Code: Veronica sofrem grandes mudanças em comparação com Nemesis. Agora os cenários eram em 3D não renderizados, o que permitia uma movimentação mais livre da câmera (ao contrário da câmera fixa de Resident Evil 2, por exemplo). Outra inovação do game é a possibilidade de se empunhar duas pistolas simultaneamente, além da possibilidade de continuar o game de determinado ponto se o personagem morresse (os chamados Continues). De resto, o game manteve os mesmos padrões de Nemesis, como a jogabilidade.

resident-evil-code-veronica-x-hd

O jogador inicia o game controlando Claire na sua primeira metade. Na segunda metade, o jogador controla Chris. Em alguns momentos também é possível controlar Steve Burnside. O game é considerado o “verdadeiro” Resident Evil 3, já que dá continuidade aos eventos de Resident Evil 2, enquanto que Nemesis narra uma história paralela.

Resident_Evil_Code_Veronica_X_by_Zonnex

Versões para Playstation 2 e Game Cube foram lançadas posteriormente, na Versão Veronica X (Veronica ~Complete Edition~ no Japão). Tal versão conta com mais animações durante o game e pequenas mudanças nos gráficos, mantendo os demais fatores intactos.

Resident Evil Code: Veronica Intro

E por hoje é só, Roleplayers! Espero que tenham aproveitado bastante do início desse universo narrativo horripilante. No próximo post continuaremos a partir de um grande marco na história desse magnífico game. Não percam!

Author: Andre Faria

Share This Post On

6 Comments

  1. Muito loco…
    lembro de quando vi o resident evil pela primeira vez, meu primo tinha acabado de comprar o play 1 e falou que tinha um jogo de horror que tinha a introdução feita em filme… 😮 instalamos e jogamos…. um mês depois vendi meu 64 e comprei o play 1 com o resident 1, não parei de jogar até zerar o jogo … 🙂

    • Viciante né Gute, um dos melhores jogos de sua época e ainda hj os elementos deles estao em diversos jogos, left4dead, TWD, dead island entre outros…., uma franquia que parece não ter fim, aguarde o que vem por ai ainda de Resident Evil…

  2. Sensacional Deh!
    Me trouxe lembranças muito boas e saudades dos meus personagens favoritos (Jill, Chris e o Leon).
    Adorei o texto.
    Parabéns!

  3. considero os 3 primeiros os melhores da série!!!! bons tempos…. o importante é a saga continuar,,,,valeu

Submit a Comment