[RESENHAS] Lá e de volta outra vez, as férias de um Hobbit

o-hobbit-edicao-comemorativa-75-anos

*ATENÇÃO! Esse post pode conter spoiler!*

Lá e De volta outra vez”, se você é fã das obras de J.R.R. Tolkien, ainda que tenha assistido apenas a belíssima adaptação da Guerra do Anel nas telas do cinema, deve se lembrar bem no final do terceiro filme quando, Frodo está escrevendo os acontecimentos da 3a Era no livro herdado de seu tio Bilbo, que há uma história antes do Senhor dos Anéis com tal título.

De fato, Bilbo vivera uma grande aventura a qual ele mesmo chama de férias com Gandalf e os Anões, ancestrais de Gimli que retomaram seu reino na Montanha Solitária.

A história se passa antes da Guerra do Anel e vem depois dos acontecimentos do Silmarillion – a obra que descreve a gênesis da Terra Média. Essa que vos fala, teve a felicidade de ler O Hobbit antes da trilogia do Senhor dos Anéis simplesmente porque naquela época, quando o primeiro filme estava prestes a estrear e eu trabalhava como estagiária numa instituição de ensino cujo salário não me permitia adquirir os livros, recorri à biblioteca na expectativa de tomar emprestado A Sociedade do Anel. Obviamente que o livro não estava lá e já havia uma fila de espera por ele, foi então que pesquisando outras obras do mesmo autor, encontrei, filho único, capa já bem gasta, esperando por mim O Hobbit!

Pensei “Bem, não é A Sociedade do Anel, mas com certeza vale a pena para começar a conhecer a obra de J.R.R. Tolkien” e posso dizer que não me arrependi!

hobbit-uma-jornada-inesperada-220812

O Hobbit é uma introdução divertida à Terra Média. A narração é de fácil compreensão, a riqueza de detalhes de Tolkien é de arrepiar e pode ser lido até mesmo para crianças pois a aventura não é de cunho tão “sério” e dramático como na trilogia da Guerra do Anel nem de cunho complexo com diversos nomes e histórias esparsas como o Silmarillion (absolutamente sem querer tirar o mérito dessas obras igualmente magníficas com suas peculiaridades).

Consegui absorver muitas coisas provindas do Senhor dos anéis devido às informações obtidas pela leitura de O Hobbit.

Vou tentar evitar ao máximo os spoilers tá?! O resumo da história é que Bilbo, um hobbit do condado, é convidado quase que de livre e espontânea pressão, a participar de uma jornada ao lado de Gandalf, o mago e um grupo remanescente dos anões cuja morada jazia nas entranhas da Montanha Solitária, até que um dia um dragão resolveu se apoderar de todo o tesouro e instalações dos anões que foram obrigados a desertar. O objetivo é retomar a cidade dos anões e encontrar a Pedra Arken, símbolo máximo do reino anão.

Mapa das Terras Ermas, O Hobbit

A grande sacada da história é que os hobbits são criaturas que naturalmente detestam sair de sua zona de conforto, pelo contrário! Eles querem todo conforto que puderem ter em suas tocas. Bilbo resolve ser a primeira exceção dessa casta, acaba saindo mundo a fora experimentando muitas incertezas mas também muita coisa boa e deslumbrante em sua jornada. A grande lição é: permita-se ser incomodado e descubra outras maneiras de ver o mundo.

Assisti nos cinemas os dois primeiros filmes sobre essa obra mas, honestamente, creio que não chegue nem aos pés da fantasia do livro. Se você não curtiu o filme, recomendo veementemente que leia o livro. Aliás, mesmo que você já tenha assistido todas as adaptações cinematográficas das obras de Tolkien, leia os livros!

Hobbit-Uma-Jornada-Inesperada_1280x720

Outra máxima que vocês devem se lembrar, quando Bilbo já está bem mais velho na Sociedade do Anel e Frodo pergunta sobre suas histórias incríveis bem no início do filme e da obra literária, ele responde que o grande problema de sair de casa é que você começa a caminhar e seus pés podem não querer mais parar!

Ás vezes, no mundo real não temos essa disponibilidade de tempo ou recursos para realizar grandes viagens, mas dentro do RPG, o mestre é capaz de nos encantar e cada seção é um fragmento importante dessa jornada.

Os livros fazem-nos viajar abrindo a porta da mente e quando você começa a ler histórias dignas de odes épicas, você não quer mais parar!

O_hobbit

Author: Liz Oliveira

Libriana, bailarina oriental, terapeuta holística, narradora roleplayer, casada com um paladino, mãe de cinco gatos, adora cozinhar e é apaixonada por literatura fantástica, maquiagem, cristais e por contar histórias.

Share This Post On

4 Comments

  1. Fantástico Liz. Vou ali pegar o meu Hobbit devolta da minha esposa pra ler novamente. =D

  2. Ótima resenha, com o minimo de spoilers e bem introdutória, capaz de despertar a curiosidade dos leitores em se aventurar mas profundamente no universo tolkieniano, senti vontade de reler O Hobbit, parabéns!

    • Vlw Luiz! Que bom saber que o post foi inspirador! Depois do post do Vasco quero reler o Silmarillion e escrever esse post sobre O Hobbit também me trouxe uma sensação de nostalgia, de vontade de reler e decorar todas as canções!

Trackbacks/Pingbacks

  1. [TRILHA SONORA] “I See Fire” por Ed Sheraan | Roleplayers - […] em Hobbit, se você já acompanha nosso site, já deve ter lido a incrível resenha da Liz sobre o clássico que…

Submit a Comment