Fúria de Príncipes #06: Sobre Gênios e Tapetes Voadores

Com o patrocínio da Jambô Editora, toda segunda, 21h, Bruno Cobbi e eu nos reunimos lá no canal hitbox da Roleplayers para trilhar os passos de Colthar e Lothar, dois príncipes gêmeos em busca do trono num dos livros-jogo da Coleção Aventuras Fantásticas! Acompanhando ao vivo, você vota pra decidir a continuidade da aventura e ainda participa do sorteio de um montão de brindes! Neste episódio contamos mais uma vez com a presença de nosso aventureiro secreto Anderson Corte para dar seguimento na nossa jornada.

Assista os episódios anteriores no YouTube ou leia os resumos aqui no site e confira o que rolou no quinto episódio e os ganhadores dos prêmios logo a seguir! 😉

“Ó grandioso príncipe! Após o nosso bravo feiticeiro derrotar as bestas trovão, a figura com forma humanoide tomou a frente e se apresentou como sendo Eléktron, o deus trovão e lhe recitou um enigma para que provasse que além de bravura também tinha inteligência. 

“ESCAPAR
Mais forte eu sou
Mas não mais rápido que os outros
Avance sobre mim e eu desapareço 
Para me enfraquecer, recue”

Em seguida emitiu 3 faixas luminosas com seu cajado: uma azul, uma vermelha e uma amarela e pediu para que Lothar tocasse na resposta. 
Lothar então tocou a faixa azul e imediatamente um clarão se fez e ela se transformou em um objeto no formato de um raio de prata em suas mãos. 
Eléktron o elogiou e pediu para que seguisse seu caminho mas nosso bravo feiticeiro preferiu questioná-lo a respeito do raio e descobriu que era o Raio da Dizimação e que poderia utilizá-lo 1 vez para destruir o inimigo que bem entendesse. 
Tendo isto esclarecido, seguiu sua viagem em paz, acreditando ainda mais que os deuses sempre estariam ao seu lado. 
Seguiu seu caminho por algumas horas até que, no final da tarde, avistara uma vila no alto de uma colina e decidiu visitá-la em busca do paradeiro de seu irmão. Logo na entrada da vila, é interceptado por dois guardas-javali que partem para cima dele sem nem perguntar nada. O grande feiticeiro mais uma vez teve trabalho sem seu irmão por perto mas, com a ajuda do Raio da Dizimação, conseguiu derrotar aquelas bestas e seguir em frente. 
Logo após o portal de entrada da vila ele avistou um jardim e decidiu ir verificar o que tinha lá: uma gigantesca árvore carregada de frutos brancos e com um morcego gigante adormecido lhe guardando se mostrou para ele. Os deuses lhe inspiraram e sabiamente ele apenas pegou alguns frutos para prover-lhe um alimento mais tarde e deixou o lugar em direção ao castelo que se erguia na vila. 
Ao adentrar pela porta, uma cena assustadora se abriu: um enorme salão suntuoso cheio de tapecarias pelas paredes e pelo chão e muito incenso sendo queimado; um gênio todo adornado de ouro e prata se divertia no meio do salão torturando e humilhando pequenas criaturas muito parecidas com os guardas que o atacaram do lado de fora; logo ao lado da porta, um tapete flutuava, lembrando muito os tapetes voadores da histórias que ouviu quando era criança. Nosso bravo, então, decide pular em cima do tapete e recitar algumas palavras mágicas que, estranhamente, funcionaram e fizeram com que o tapete levantasse voô. Rapidamente e mais uma vez guiado pelas mãos dos deuses, Lothar saiu voando em disparada pelo salão e deu um rasante para salvar uma daquelas criaturas indefesas. O Gênio, enfurecido, subiu em seu próprio tapete e partiu no seu encalço. Lothar avistou uma pequena abertura na parede do salão e resolveu voar para ela, revelando um enorme corredor coberto de tapecarias e tochas pelas paredes. O Gênio lhe seguiu e ferozmente lançou contra ele uma esfera flamejante que o acertou em cheio nas costas, quase derrubando-o do tapete. 
Mas a Fúria de nosso Príncipe estava apenas começando e ele conseguiu recobrar seu equilíbrio e seguir voando pelo corredor.”

VENCEDORES DOS SORTEIOS

Cupom

  • ElminsterBolado

Livro

  • Roqnroll

Author: Leandro "Siegfried" Caldarelli

Narrador Fundador e Produtor da Roleplayers. É ator e diretor, apaixonado por RPG tanto quanto pelo teatro e sempre gostou muito de narrar em eventos. É entusiasta de tech art e sommelier de cervejas. Adora HQ's, Mangás, Anime, jogos eletrônicos (principalmente antigos) e jogos de tabuleiro. Narrativista e adepto do roleplay ao extremo, suas mesas geralmente são super imersivas, fazendo os jogadores mergulharem no universo da fantasia.

Share This Post On

Submit a Comment